Louis Armstrong: Há 45 anos cantou Que mundo Maravilhoso

 
No inicio do outono americano, em torno do mês de setembro, o trompetista, músico e ativista Louis Daniel Armstrong, lançava um compacto que faria no ano pouco sucesso nos Estados Unidos da América (EUA), mas que no ano de 1968 estouraria nas paradas de sucesso do Reino Unido. A música seria “What a Wonderful World” (Que Mundo Maravilhoso), composta por Bob Thiele e George David Weiss, que depois de interpretada por Armstrong, se tornaria um hino sobre a beleza da vida.

 
Veja Louis Armstrong – What A Wonderful World

 

A vida difícil de Armstrong em Nova Orleans tendo iniciado a vida de trabalhador ainda criança como jornaleiro e sapateiro, foi compensada com a música e com o trompete que deu sentido a sua trajetória. Em uma frase “Every time I close my eyes blowing that trumpet of mine, I look right in the heart of good old New Orleans…It has given me something to live for”. (“Todas as vezes que eu fecho os meus olhos tocando aquele meu trompete, eu olho logo no coração da boa velha Nova Orleans… Ela deu-me algo pelo que viver.”)
 
Veja Ramones – What A Wonderful World

 

A gravação de “What A Wonderful World”, que não venderia mil cópias naquele ano de 67 no mercado americano. Mas foi uma inspiração para as gerações, com uma música que fala das coisas simples da vida e beleza do mundo, servindo como uma forma de combater o preconceito racial presente nos EUA e contra o clima presente em pleno período da guerra fria e da guerra do Vietnã.
 
Veja  Israel “IZ” Kamakawiwoʻole – What A Wonderful World

 

 
Diversos interpretes cantaram a música, como o Havaiano, Israel “IZ” Kamakawiwoʻole, a banda Ramones, The Kills, Stacy Kent, Eva Cassidy, e muitos outros.
 
Veja Alison Mosshart & The Forest Rangers – What A Wonderful World

 

 
Veja a Letra de “What A Wonderful World”:
What a Wonderful World
I see trees of green, red roses too
I see them bloom for me and you
And I think to myself, what a wonderful world
I see skies so blue and clouds of white
The bright blessed days, the dark sacred night
And I think to myself, what a wonderful world
The colors of the rainbow, so pretty in the sky
Are also on the faces of people going by
I see friends shaking hands, saying, “how do you do?”
They’re really saying, “I love you”
I hear babies cry, I watch them grow
They’ll learn much more, than I’ll never know
And I think to myself, what a wonderful world
Yes, I think to myself, what a wonderful world
Veja Stacy Hunt – What A Wonderful World

 

 
Tradução:
Que Mundo Maravilhoso
Eu vejo as árvores verdes, rosas vermelhas também
Eu as vejo florescer para mim e você
E eu penso comigo… que mundo maravilhoso
Eu vejo os céus tão azuis e as nuvens tão brancas
O brilho abençoado do dia, e a escuridão sagrada da noite
E eu penso comigo… que mundo maravilhoso
As cores do arco-íris, tão bonitas no céu
Estão também nos rostos das pessoas que se vão
Vejo amigos apertando as mãos, dizendo: “como você vai?”
Eles realmente dizem: “eu te amo!”
Eu ouço bebês chorando, eu os vejo crescer
Eles aprenderão muito mais que eu jamais saberei
E eu penso comigo… que mundo maravilhoso
Sim, eu penso comigo… que mundo maravilhoso
Veja Eva Cassidy – What A Wonderful World

 

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s