Toquinho e Vinicius: Na Tonga da mironga do kabuletê

Às vezes quando se diz algo sem sentido ou algo que é ruim, ouve-se na “tonga da mironga do kabuletê”, música de Toquinho e Vinicius.
A composição foi fruto de uma conversa durante a temporada de shows da dupla com Maria Medalha, na Argentina, na boate La Fusa no ano de 1970. A canção veio no Lp “Como dizia o poeta…Música nova”, com Vinicius Toquinho e Medalha pela RGE, no ano de 1971, ao lado de outras composições, “Tarde Itapoã”, “Como dizia o poeta”, Benção da Bahia”, dentre outras.

Vinicius e Toquinho – Na tonga da mironga do kabuletê
Chamando atenção para a expressão nagô durante sua estadia na Bahia, Gesse falou a dupla de amigos, que logo compuseram uma composição que foi rapidamente reproduzida por outros interpretes, como Wilson Simonal e virou uma expressão popular.
A “songa da mironga do kabuletê” virou tonga por questão musical. Com o intuito de afastar pessoas indesejáveis, como nos versos “Você que lê e não sabe / Você que reza e não crê / Você que entra e não cabe”.
Wilson Simonal – Na tonga da mironga do kabuletê
A origem da expressão ficou destacada na música com “Eu caio de bossa / Eu sou quem eu sou / Eu saio da fossa / Xingando em nagô”. O xingamento é usado após o compositor observar “Você que fuma e não traga / E que não paga pra ver” e apresenta a seguinte solução “Vou lhe rogar uma praga / Eu vou é mandar você / Pra tonga da mironga do kabuletê”.
Usado diante de muitas formas, é até usado pra caracterizar Vinicius, como algo sem sentido, como a “tonga da mironga do kabuletê”.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s