Bloco da Solidão: Poesia de Evaldo Gouveia nas Vozes de Maysa e Thais Gulin

Bloco da Solidão, música de carnaval cantada por Maysa em 1974, interpretada por Jair Rodrigues e por Thais Gulin, mostram a genialidade do cearense de Iguatu, Evaldo Gouveia.
Músico desde os 6 anos de idade, um dos maiores compositores do Brasil legou ao publico esta canção que fala da dor se perder um amor. A dor e a angustia sentida pelo folião, não deixa este abandonar a festa, mas sim a usa para vivê-la.

Um amor que não deixa de sentir o carnaval, mas segue a vida, com a dor impetrada em seu peito é vivida intensamente na voz de Maysa. Voz de quem sofre amor, diferente da voz de Thais Gulin que traz a música no seu primeiro disco em 2006.
 “Aplaudam quem sorrir, / Trazendo lágrimas no olhar”, é o sentimento da dor de se perder alguém como sentir solidão no carnaval, pois  é a síntese da ilha que se forma dentro de nós.
Escute Bloco da Solidão
Bloco da Solidão
Marchinhas de Carnaval
Angústia, solidão,
Um triste adeus em cada mão,
Lá vai meu bloco, vai,
Só desse jeito é que ele sai,
Na frente sigo eu,
Levo o estandarte de um amor,
O amor que se perdeu no carnaval,
Lá vai meu bloco,
Lá vou eu também,
Mais uma vez sem ter ninguém,
No Sábado e Domingo,
segunda e terça-feira,
E quarta-feira vem,
O ano inteiro,
É todo assim,
Por isso quando eu passar,
Batam palmas pra mim.
Aplaudam quem sorrir,
Trazendo lágrimas no olhar,
Merece uma homenagem,
Quem tem forças pra cantar,
Tão grande é a minha dor,
Pede passagem quando sai,
Comigo só,
Lá vai meu bloco, vai…
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s