Geraldo Azevedo: 69 anos de poesia e cantoria

Um dos primeiros cd´s que ouvi, a coletânea “Minha história” de Geraldo Azevedo me apresentou este músico, interprete e autor de algumas das mais belas composições que ouvi, como “Dia Branco”, “Caravana”, “Bicho de sete cabeças”, “Canção da despedida”, “Moça Bonita”, “O amanhã é distante”, “Dona da minha cabeça”, dentre outras.
Geraldo Azevedo de Amorim nasceu no dia 11 de janeiro de 1945. Com 69 anos continua em plena atividade, assim como seus irmãos de canção, Alceu Valença, Zé Ramalho, Elba Ramalho, Xangai e Elomar.

Com 25 discos, Azevedo iniciou sua carreira musical, quando mudou-se de Petrolina para Recife, fundando nesta cidade o Quarteto Livre, juntamente com os músicos Naná Vasconcelos, Marcelo Melo e Toinho Alves.
Com a mudança para o Rio de Janeiro, em 1967, o grupo acompanhou Geraldo Vandré, inclusive na famosa apresentação de “Caminhando” (Pra dizer que não falei das flores). Foi neste momento que foi composta a “Canção das despedida”, que foi censurada várias vezes pelo regime, uma parceria de Vandré e Azevedo.
Geraldo Azevedo – Canção da Despedida
Com o aumento da repressão, o grupo dissolveu-se e iniciou em 1970, a parceria com Alceu Valença, que vieram a participar de festivais com as músicas “78 rotações”, “Papagaio do futuro” e “Planetário”.
Em 1984, realizou junto aos músicos Elomar, Vital Farias e Xangai, o celebre “Cantoria” e 1988, realizou o segundo “Cantoria 2”.
Geraldo Azevedo: Cantoria 2 – Sabor Colorido / Moça Bonita
Em 1996, realiza um novo encontro, agora com os amigos Elba Ramalho, Zé Ramalho e Alceu Valença, com o nome “O grande encontro”. Em 1997 e 2000, haveriam dois novos encontros, agora sem a presença de Alceu Valença, que tiveram como nomes, “O grande encontro 2” e o “O grande encontro 3”.
Em plena atividade realizou de tributos aos centenários de Luís Gonzaga e Dominguinhos, pela sua recente morte. Assim como em 2011, lançou um disco em homenagem ao Rio São Francisco, com o nome de “Salve São Francisco” que teve as participações de Dominguinhos, Moraes Moreira, Alceu Valença e Roberto Mendes, Djavan e Fernanda Takai.
Geraldo Azevedo e Fernanda Takai – Opara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s