Lia de Itamaracá: 70 anos de ciranda

Maria Madalena, a Lia de Itamaracá, nasceu no dia 12 de janeiro de 1944. São 70 anos defendendo e cantando um estilo de música que se confunde com a própria interprete.
No documentário, “Eu sou Lia”, afirma que nasceu com o dom de cantar de ciranda. Este fato é que possibilitou que este gênero musical não desaparecesse, segundo o músico Naná Vasconcelos.

O inicio da carreira de Lia, deu-se aos 12 anos de idade, tendo nesta trajetória, gravado três discos. O primeiro em 1978, “O Rainha da Ciranda”; o segundo em 2002, “Eu sou Lia”; e o terceiro, “Ciranda em todos os ritmos”.
Lia de Itamaracá – Eu Sou Lia
 http://www.youtube.com/watch?v=Srl2DaTrnsQ
“Esta ciranda quem me deu foi Lia / que mora na Ilha de Itamaracá”, estes versos que imortalizaram a cantora e o estilo, foram criados na década de 60 e são atribuídos a cantora Teca Calazans.
A fama de Lia chegou ao exterior, que inclusive foi apresentada pelo The New York Times como “Diva da Música Negra”. A música de Lia foi reconhecida como patrimônio do povo de Pernambuco e do Brasil. Cantores como Chico Buarque e Marisa Monte já realizaram homenagens a cantora pernambucana.
Chico Buarque – Na Ilha De Lia, No Barco De Rosa
Marisa Monte – Lia de Itamaracá e Maracatu Atômico

 

 

Conheça mais sobre Lia, no Documentário realizado pelos alunos concludentes do Curso de Comunicação Social da Faculdade Mauricio de Nassau:
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s