Tim Maia: Vida de cantor alimenta polêmicas sobre o filme e a série da Globo

Cartaz do filme

Cartaz do filme

Se fosse tranquilo e sem polêmicas, não seria o filme do “Tim Maia”. A dedução é tirada a partir de premissas básicas: é um dos maiores artistas da música brasileira, tendo sua voz sido a eleita a maior do Brasil, segundo a Revista Rolling Stone, nº 73; é autor e interprete de uma série de canções que embalaram os corações brasileiros e foram usados por contemporâneos e membros das gerações posteriores em seus discos; dono de um temperamento e estilo que o colocou em situações perigosas e em atrito com a lei; teve relacionamento de confronto com a indústria fonográfica e do entretenimento, inclusive a Rede Globo, que o colocou num patamar de maldito junto com Raul Seixas e Sergio Sampaio; e por último, sua genialidade, momento histórico e seu jeito fizeram ter relações profundas com diversos nomes da música brasileira, tendo tido amizade com Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Caetano Veloso, Elis Regina, Nelson Mota, Cassiano, Fábio, Michael Sulivan, Hylton, dentre outros.

Veja Trailler do Filme

Uma das criticas surgidas ao filme foi sobre a ausência momentos importantes na vida de Tim Maia como o contato com os músicos americanos no Harlem e de personagens importantes na vida de Tim Maia como Cassiano, Hylton, Michael Sulivan, Elis Regina, dentre outros. Na rede social Facebook, Hylton postou a seguinte mensagem:

Retirado do Facebook.

Retirado do Facebook.

Neste sentido o diretor em entrevista ao Portal Uol Entretenimento explicou as limitações de informação, de exposição de imagem e de limitação de tempo para expor todas as facetas de Tim Maia e de que sua vida daria muitos filmes.

Leia a entrevista do diretor:

http://cinema.uol.com.br/noticias/redacao/2014/11/07/diretor-explica-por-que-alguns-parceiros-de-tim-maia-nao-aparecem-no-filme.htm

Sobre o filme, o filho de Tim Maia, Leo Maia  declarou no Instagram que “Vi o filme do meu pai… Nossa, ruim… Contei 18 coisas que não fazem parte com a realidade. O cúmulo é minha avó branca e meu avô negão. Pena ver meu pai tão mal interpretado… Ele é muito mais que tudo isso. Ele era um cara muito engraçado, alto astral, cheio de vida… Um gênio! Vou fazer um documentário falando a real, com as pessoas que fizeram parte da vida dele… A irmã confidente que era a mãe do Ed”

Veja matéria:

http://www.msn.com/pt-br/entretenimento/galeria/filho-de-tim-maia-reprova-filme-sobre-a-vida-do-cantor-tendencioso/ar-BBhtlwT

A exibição da série “Tim Maia – Vale o que vier” da Rede Globo acrescentou mais polêmicas ao filme “Tim Maia”, após a série utilizou-se do filme para narrar à história do cantor Tim Maia. Para quem assistiu o filme “e viu a serie produzida pela Globo deve ter tido momentos de agonia, pelos cortes bruscos realizado na obra, além da mudança do foco narrativo de Fábio, para e primeira pessoa do Tim Maia.

A série produzida para a TV tentou através de depoimentos acrescentar aspectos na vida de Tim Maia não explorados pelo filme como a passagem juntos aos músicos do Harlem, a empresa de Tim Maia, a SEROMA, dentre outros momentos. Como também buscou justificar atitudes como a de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, em que falam sobre suas atitudes em relação ao inicio da carreira de Tim. A série amenizou a luta de Maia para conversar com Roberto, fazendo com que fosse de fácil acesso. Este episódio até hoje é mal explicado, mas eu acho, torna-se irrelevante diante do resultado, pois Roberto ajudou Tim Maia. Se Nice, sua esposa teve interferência ou não, é devido a ação de Carlos e da gravação da música “Não vou ficar” que Tim veio a despontar no cenário musical. Considero que Roberto Carlos é o melhor produto do mercado de entretenimento, confiável e perfeccionista para estar nos holofotes, mesmo que tenha virado um cover se si mesmo. Enquanto Tim Maia virou inimigo da grande indústria, abrindo uma empresa independente, faltando a programas como o Domingão do Faustão e virando um pessoa ingrata na Rede Globo.

Veja depoimento de Tim Maia sobre as Organizações Globo no Jô Soares (SBT)

A introdução de Nelson Mota na série (biógrafo que inspirou o filme, mas não aparece no mesmo) supre algumas lacunas, como as parcerias com Elis Regina, a parceria com Cassiano, as influências posteriores e o impacto de Tim Maia na música brasileira. Tentativa que busca dar didatismo a história de Tim Maia. Sobre a intimidade com Maia, aparecem amigos como Caetano Veloso, Erasmo Carlos, Roberto Carlos, Jorge Ben Jor, Hylton, dentre outros.

O resultado foi de que até o próprio diretor do filme, Mauro Lima postou em seu Instagram, a seguinte mensagem: “Trata-se de um subproduto que não escrevi daquele modo, nem dirigi ou editei”.

Leia matéria sobre o comentário de Mauro Lima:

cultura.estadao.com.br/noticias/televisao,serie-tim-maia-da-globo-causa-polemica,1615086

Acredito que a Rede Globo poderia ter atualizado a série “Por Toda a Minha Vida” feito para Tim Maia, em vez de ter feito esse caos na obra audiovisual recente sobre o cantor. Misturou gravações utilizadas no especial como as do cantor Fábio e renovou as Nelson Mota e Erasmo Carlos, sendo a grande novidade o depoimento de Roberto Carlos que não tinha gravado pro anterior. Acredito que Tim Maia ainda está à procura de obra áudio visual sobre a definitiva.

Tim Maia – Por toda a minha vida

Neste sentido, a vida dos nossos músicos tem sido largamente utilizada para mobilizar consumidores em potencial. A ideia é de que a afetividade que construímos com as canções, na formação de nossa identidade sirva para o consumo de peças de teatro, musicais, ao cinema e a leitura de livros. É nesse momento, em que não entendemos a divisão entre homenagem e o objeto para consumo. A lista é larga, no teatro homenagens a Elis Regina, Rita Lee, Cassia Eller, dentre outros; no cinema tem sido produzido documentários como o rock de Brasília, Raul Seixas, Simonal, Arnaldo Batista, Tropicalia, Tom Jobim, Vinicius de Moraes e outros; obras ficcionais, como a vida de Renato Russo, Cazuza, Luís Gonzaga, Noel Rosa, Zezé de Camargo e Luciano, etc. No fim, uma tentativa de contar a história, podendo ter identidade com o real ou não.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s