BandazZ: Grupo de músicos na Itália homenageia a música brasileira

Um grupo de músicos na Itália tem feito uma homenagem muito bonita a música brasileira, cantando canções de compositores como Cazuza, Cartola, Carlos Lyra, Vinicius de Moraes, dentre outros grandes músicos.

Este grupo se Bandazz, sendo compostor por:  Max Lantieri (Vocal), Theo Salvitti (Guitarra), Andrés Arce Maldonado (Sax), Marta Capponi (Vocal), Chiara Tavolieri (Vocal), Guerino Rondolone (Baixo) – Riccardo Gola (Baixo), Nicola Benigni (Piano), Emiliano Caroselli (Bateria), Marco Calderano (Bateria) e Marcelo Rayos (Percussão).

Para definir esta homenagem nada melhor do que as palavras do vocalista Max Lantieri:

“BandazZ: É um projeto músico -cultural que nasceu com a intenção de homenagear o maravilhoso mundo da Música Popular Brasileira (MPB) em particular modo à elegância e sofisticação da Bossa Nova e a grandeza poética de seus mestres compositores e de seus memoráveis interpretes.

A herança musical que nos foi transmitida por diversos autores e compositores brasileiros é de valor inestimável. não pode enumera-los todos aqui, eu vou apenas mencionar aquelesque sao os Mestres incontestáveis do gênero que inspirou este projeto : a Bossa Nova.

Antônio Carlos Jobim, João Gilberto, Vinicius De Moraes.

A magia da música de A.C. Jobim, composta pela alma de imensa poesia vital e sensual como a de Vinicius De Moraes, da intuição e da genialidade musical de João Gilberto, que de fato criou um novo estilo de tocar violão, a “batida”, criaram uma mistura explosiva que originou o “New Wave” que atingiu distante costa da América do Norte, onde foi recebida de braços abertos e com as devidas honras, onde já havia o Tio Jazz …

 De Salvador à São Paulo e Rio de Janeiro, o despertar de um povo passou por esta nova onda musical que sabia falar ao coração de uma forma simples e direta, imaginativa e real ao mesmo tempo, estimulando sonhos e fantasias.

E muitos foram os interpretes de primeiro plano, que com a sua performance de autores contribuíram para transmitir para nós e para a posteridade, o encanto e a beleza desta música imortal fazendo-nos pelo menos saborear o perfume da ressaca, daquela onda magnética.

No meu Pantheon pessoal dos Autores, além de o referido trio, estão Chico Buarque De Hollanda e os “Doces Bárbaros” baianos, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa e Maria Bethânia; figuras históricas da música brasileira, os fundadores do movimento “Tropicália”, juntamente com Tom Zé, Jorge Ben Jor, Rita Lee e “Os Mutantes”, artifícios daquela Revolução Cultural, que refletia o desejo de mudança que o país reclamava, que pouco depois levou ao fim da ditadura militar.

Colocando em jogo eles mesmos até o fim , à custa da própria liberdade pessoal, Veloso e Gil conheceram o pior destino, o exílio, em uma terra estrangeira, longe de sua amada Bahia.

Caetano Veloso é a estrela-guia que orientou-me a descobrir este mundo maravilhoso que é a Bossa Nova e a MPB; suas interpretações magistrais -Voz e Violão – que para arranjos orquestrais de M° Jaques Morelembaum, os mais famosos poemas do trio de ouro Jobim / Vinicius / João e muitas outras estrelas da MPB, reacenderam em mim uma paixão nunca adormecida, a de cantar.

Foi assim que nasceu a ideia de montar uma BandazZ (Banda Jazz) para realizar Homenagem#1, a primeira coleção de canções, que pensei em homenagear, que pesquei aqui e ali no profundo e límpido oceano da Bossa Nova e da MPB.

Um agradecimentos especiais aos meus “parceiros de trabalho”, que com sua paixão, sensibilidade artística e profissionalismo, tornaram possível, mais uma vez, a magia da música”.

                                                                                                                Max Lantieri

Veja as músicas que já foram interpretadas pela banda no Youtube:

E’ preciso Perdoar (Alcivando Luz, Carlo Coqueijo)

Eu preciso dizer que te amo (Cazuza, Dè, Bebel Gilberto)

 

Falsa Baiana                   (Geraldo Pereira)

 

O Samba e o Tango    ( A. Regis )

Coisa mais linda (Carlos Lyra – Vinicius de Moraes)

O Mundo é um moinho (Cartola)

Faz parte do meu show (Cazuza – Renato Ladeira)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s