Joyce Moreno lança novo disco no Japão

joyce

No dia 26 de julho, a cantora Joyce Moreno divulgou a capa de seu mais novo disco com o nome de “Cool”, através da rede social facebook.  Projetado para o mercado japonês, como afirma em seu blog, o álbum aborda a música da cantora a partir do jazz.

Joyce realiza uma serie de shows no Japão nos dias de 30 a 04 de agosto, após realizar uma turnê pelos Estados Unidos e Canadá.

Veja a chamada para os shows no Japão: Continuar lendo

Luiz Bonfá: uma Manhã de Carnaval para o mundo

Quando pensamos em Bossa Nova, nomes como Tom Jobim, João Gilberto e Carlos Lyra vêm a nossa memória com facilidade. Ao ver o que aconteceu neste dia 17 de outubro ao longo da história, vemos um nome que para mim era desconhecido, mas tão importante para o movimento bossa-novista. Luiz Bonfá foi um dos integrantes da famosa apresentação da bossa nova no Carnegie Hall de Nova York em 1962 e gravado por inúmeros artistas brasileiros, inclusive como o único compositor tupiniquim gravado por Elvis Presley.

Continuar lendo

Foi Nara Leão! A primeira que lançou um CD no Brasil

 
Nara Leão sempre foi uma mulher a frente do seu tempo. Provou este fato novamente ao lançar o primeiro Compact Disc (CD) no Brasil, no dia 9 de abril de 1986. Também defendeu a introdução da guitarra elétrica na música brasileira. Gravou junto com Caetano, Mutantes, Gilberto Gil, Gal Costa e Tom Zé no disco “Tropicália ou Panis et circenses”, com a música “Lindoneia”, disco que difundiu o novo estilo.

Continuar lendo

Elis Regina e Jair Rodrigues: Viva ao Morro!!!

Jair_Rodrigues_e_Elis_regina
Ouvindo o disco Fascinação de Elis Regina, encontro esta pérola que é um pot-pourri em homenagem aos morros da Cidade do Rio de Janeiro e seu lindo Samba. Locais de boemia, amores, inspiração retratada pelas belas canções de diversos compositores, que vão desde Jobim, Vinicius, Cartola, Ruy Guerra, Guarnieri, Carlos Lyra, Zé Keth e muitos outros. Tudo isto contrabalançado com a bela interpretação de Jair Rodrigues, que traz um charme a esta bela seleção de trechos. Encarar o morro como local de inspiração romântica e de alta qualidade é um desafio, ainda na maneira que estes dois interpretam, dando um ar de soberania e brilho aos personagens, a vida no morro, a musicalidade, a maneira dura de viver.

Continuar lendo