Wando: Feirante do amor que foi Luz, Raio, Estrela e Luar



Um trabalhador que cantava o amor e as eroticidades da vida deixou os palcos na manhã desta quarta-feira (8), em Nova Lima, MG.

Um mineiro que vendeu leite, entregou jornais, dirigiu caminhão e foi feirante, utilizou sua criatividade para cantar as tramas da sedução e do desejo. Nascido no dia 02 de outubro de 1945, em um Arraial, chamado de Bom Jardim (MG), tendo sido registrado no município de Cajuri (MG). Mudou-se para Juiz de Fora, em seguida para Volta Redonda, onde começou o estudo de violão clássico. Ao mesmo tempo em que trabalhava, compunha músicas e voltava suas mensagens para as de amor, por conta da interferência que havia no público feminino.

Continuar lendo