Gal Costa: Longevidade de uma das maiores vozes do Brasil

Gal Costa em Show beneficente em prol do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer, na Sala São Paulo (SP) - Foto retirado do site da cantora - www.galcosta.com.br

Gal Costa em Show beneficente em prol do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer, na Sala São Paulo (SP)    Foto retirado do site da cantora – http://www.galcosta.com.br

Maria da Graça Costa Penna Burgos, mais conhecida como a grande Gal Costa nasceu no dia 26 de setembro de 1945 na cidade de Salvador (BA). Iniciou sua carreira em 1964, com o show “Nós por exemplo”, no Teatro Vila Velha, em Salvador. Na ocasião, além de Gal Costa o espetáculo contou com Tom Zé, Djalma Correa, Alcivando Luz, Pitti, Fernando Lona e três amigos que formariam anos depois o espetáculo Doces Bárbaros, Caetano Veloso, Maria Bethânia e Gilberto Gil.

Continuar lendo

Cazuza: Ideologia, Brasil, Burguesia e O Brasil vai ensinar o mundo, o amadurecimento político do poeta

A burguesia fede! Um poeta rebelde antes do adeus afirmou. Agenor de Miranda Araújo Neto, Cazuza, nasceu na Cidade do Rio de Janeiro em 4 de abril de 1958 e morreu no dia 7 de julho de 1990 com 32 anos.
Do primeiro disco com o Barão Vermelho em 1982 ao último gravado em 1989, não é só refinamento do poeta que é visto. Mas sim o amadurecimento político de Cazuza.

Continuar lendo

Luiz Melodia: uma paixão pela música

Luiz Melodia (divulgação)
Oswaldo Melodia, sambista e compositor, queria um filho Doutor. Mas o Brasil ganhou um de seus mais nobres compositores, Luiz Carlos dos Santos, o Luiz Melodia vindo a assumir o nome artístico do pai.
Nascido no dia 07 de janeiro de 1951, cresceu no Morro de São Carlos, na Cidade do Rio de Janeiro. Começou sua carreira artística, em 1963, aos 13 anos, ao lado do amigo Mizinho, que veio a formar o grupo musical “Os instantâneos” juntamente com os amigos Manoel e Nazareno. A música acontecia junto com as outras atividades profissionais que exerceu como tipógrafo, vendedor e caixeiro.

Continuar lendo

Milton Nascimento e Caetano Veloso: parceria para declarar o amor de Paula e Bebeto

 
Com o coração partido pela separação de um casal de amigos, Milton Nascimento, em sua primeira parceria com Caetano Veloso, cantou no verso da música Paula e Bebeto, “mas no meu canto estarão sempre juntos”. O casal de amigos era Paula que conheceu com 15 anos e Bebeto de 17 anos.

Continuar lendo