Faroeste Caboclo: Influências na composição de uma das maiores canções do rock brasileiro

A irmã de Renato Russo, Carmem Manfredini, trouxe novas reflexões para ajudar a explicar uma das músicas icônicas da banda Legião Urbana, “Faroeste Caboclo”. A explicação veio no vídeo publicado no dia 22 de abril de 2013, para a promoção … Continuar lendo

Emicida: A rua é nois!

Emicida canta Calçada da Funarte
Fãs comparam o rapper ao Rei do Baião Luiz Gonzaga
Na noite de ontem (16/04), na Sala Funarte Sidney Miller na Cidade do Rio de Janeiro, Emicida cantou junto com os fãs do lado de fora do prédio. Pois muitos não conseguiram comprar o ingresso, já que o local só tinha 140 lugares. Em explicação no facebook, o cantor declarou que “os ingressos esgotaram rápido, aí pegamos os equipamentos e fizemos o show na calçada com nossos irmãos e irmãs que ficaram de fora!”

Continuar lendo

Humberto Teixeira: O advogado que se dedicou ao baião

Nasceu no dia 05 de janeiro de 1915, um dos maiores representantes do Ceará na música brasileira, é o iguatuense, Humberto Teixeira. O compositor e advogado, era cunhado de Lauro Maia e foi na parceira com Luís Gonzaga que estão alguns dos maiores clássicos da música nordestina para o mundo. Só para citar uma dessas parcerias, está o clássico “Asa Branca”.

Continuar lendo

Vozes da Seca: 60 anos da denúncia de Luiz Gonzaga e Zé Dantas

Parece que foi hoje que esta poesia foi escrita. A situação climática que abate a região do semi-árido brasileiro, a seca, em 2013 infortuna de novo a região Nordeste do Brasil. Em 1953 uma grande estiagem atingiu a região, houve uma coleta de roupas e alimentos para socorrer os “irmãos nordestinos”, além de o Governo Federal, na época Getúlio Vargas, declarou Estado de Emergência na região.

Continuar lendo

Marinês: De Patrulha de Choque do Rei do Baião a Rainha do Xaxado

Inês Caetano de Oliveira participou de um programa de rádio em Campina Grande pela década de 40. Para que seus pais não soubessem, colocou Maria na frente do nome e radialista ao falar deu a ela o apelido que marcaria sua carreira, Marinês. Nasceu no dia 16 de novembro de 1935 em São Vicente Ferrer (PE), mas foi com a família para a cidade de Campina Grande (PB).

Continuar lendo

João Silva: um Samba de Cabaré uniu Luiz Gonzaga e Ney Matogrosso na trilha sonora de Saramandaia

Os dois não têm muito em comum, estilos diferentes, mas a data de hoje, tem o significado especial na história da música popular brasileira. São 23 anos da triste partida de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião e 71 anos do nascimento de um dos maiores interpretes da música popular brasileira, Ney Matogrosso.

Continuar lendo

Keiko Ikuta: Baião de Luiz Gonzaga na Terra do Sol Nascente

Na terra do sol nascente, em 1956, Keiko Ikuta lançava um compacto que trazia o ritmo do baião aos japoneses. Gravado com Luiz Gonzaga e seu grupo na Cidade do Rio de Janeiro, a música referencia a luta do Estado da Paraíba e ao Coronel José Pereira, que desligou a Cidade de Princesa Isabel do Governo do Estado, se proclamando território independente.

Continuar lendo

Zé Dantas: Médico a parceiro de Luiz Gonzaga

 
Marcando suas músicas com uma caixa de fósforo, o médico José de Souza Dantas Filho, conhecido como Zé Dantas, parceiro de músicas de Luiz Gonzaga. O ano de 1947, no Grande Hotel de Recife, foi um ano decisivo na vida deste compositor e médico, encontrando Luiz Gonzaga apresentou as composições “Acauã”, “Vem morena”, “A Volta da Asa Branca” e “Forró do Mané Vito”.
Se naquele momento pediu sigilo a Luiz sobre a parceria, pois acreditou que a família não aceitaria a vida de artista para o médico, nos anos seguintes as participações em programas de rádios, novas composições e o planejamento dos shows de Luiz, fariam o médico a ter só um plantão por semana.

Continuar lendo